Como plantar orquídeas em troncos secos

Como plantar orquídeas em troncos secos

 

Como plantar orquídeas em troncos secos? Esta é uma dúvida comum entre a maioria dos cultivadores que querem inovar nas formas de plantio da sua orquídea, e optam pelos troncos secos. Apesar de, na maioria das vezes, as orquídeas serem plantadas em vasos e mantidas dentro de apartamentos, para as pessoas que possuem um jardim ou até mesmo um pouco mais de espaço, utilizar-se de troncos é uma maneira diferente de decoração e cultivo.

O cultivo de orquideas em troncos é uma experiência maravilhosa e, seguindo os cuidados necessários, consegue-se um ótimo resultado. Mas você sabe como fazer isso da forma correta? Continue com a leitura, pois ao longo deste artigo daremos dicas valiosas que lhe ajudarão a fazer isso!

Para o cultivo de uma orquídea em tronco, é preciso que ela seja epífita. As orquídeas epífitas são aquelas que conseguem se desenvolver sobre outra planta, porém não são parasitas, ou seja, elas apenas usam o tronco como um suporte. Os troncos secos são uma boa opção, pois eles favorecem a elas condições semelhantes às que a natureza proporciona, e isso aumenta muito as chances de um bom desenvolvimento.

Já pensou em ter um tronco seco, dentro da sua própria casa, servindo como suporte para uma orquídea? Parece difícil, não é mesmo? Fique tranquilo, essa forma de decoração e plantio é belíssima e muito fácil de fazer e cuidar, e para responder mais dúvidas, criamos um Curso GRATUITO, que lhe ensinará através de um passo a passo, exatamente tudo o que você precisa saber sobre as orquídeas. Coloque seus dados ao lado para fazer a inscrição.

Como plantar orquídeas em troncos corretamente?

O primeiro passo é escolher um dos tipos de orquideas que consiga se adaptar em tronco facilmente, duas das espécies indicadas são a Phalaenopsis e a Oncidium. Depois, escolha o tronco que você usará, ele pode ser obtido em florestas, resto de podas, em madeireiras e até mesmo em lojas de construção. Entretanto, evite os troncos que podem liberar resinas, como os de pinus, as orquidias não gostam de resinas ou de qualquer produto químico, pois elas não conseguem se adaptar. Uma dica é usar placas feitas de fibra de coco sem a adição de cola, mas cuidado, antes de usar qualquer tronco, analise se ele está podre, porque troncos podres não resistem ao plantio.

Depois de decidido a orquídea e o tronco, é hora de começar o plantio. Para começar, escolha o local onde ficará o tronco. A maioria das orquídeas não gosta de muita luminosidade, por isso escolha um local com sombra e que não receba muito vento. Mas é importante deixar claro que é a orquídea que vai mostrar se ela está gostando e conseguindo se adaptar ao local escolhido. Ela fará isso através da coloração de suas folhas, retenção de flores e do tempo de crescimento. Se as folhas começarem a amarelar e ela não emitir novos brotos, significa que está no lugar errado.

Agora retire a muda de orquidea de dentro do vaso, envolva as raízes com uma espécie de gaze, fazendo com que o substrato fique junto, e amarre tudo no tronco com a própria gaze ou com um barbante grosso, sem apertar as raízes. É importante manter o substrato junto para que a orquídea consiga se adaptar melhor a transição, pois ele retém a umidade que é necessária para a planta.

Como cuidar de orquideas no tronco?

A parte mais difícil já passou e agora é só cuidar para mantê-la saudável. Como as orquídeas gostam e precisam de umidade, procure regá-las com uma frequência de duas a três vezes na semana. Entretanto, a variação climática influencia bastante na frequência das regas, se estiver muito quente, procure regar mais, e se estiver frio ou muito úmido, espere o substrato estar totalmente seco para regar novamente, só tenha cuidado para não deixá-lo encharcado, o excesso de água pode matar sua orquídea.

A adubação de orquideas não é necessária, mas no início do cultivo ela é recomendada e pode ser feita uma ou duas vezes ao mês, isso ajuda para que a fixação e adaptação da planta seja mais fácil. Se você deseja manter a adubação durante o crescimento da planta, procure adubar nos meses mais quentes, pois é a época em que as novas raízes e brotos estão se desenvolvendo.

Anualmente ou de dois em dois anos, procure trocar o substrato. Com o passar do tempo e com as irrigações, ele acaba ficando velho e perdendo seus nutrientes principais. Troque por um novo, sua orquídea receberá mais nutrientes e ficará mais saudável, crescendo e se desenvolvendo facilmente.

Orquídeas são flores lindas, quando plantadas em troncos tudo fica mais belo, e atraem a atenção de qualquer pessoa. Se você está interessado em saber mais sobre como plantar orquideas em troncos secos, quer inovar na decoração de sua casa ou jardim, não se esqueça, podemos lhe ajudar! Nosso cursinho é sobre todos os tipos de orquídeas e é inteiramente GRATUITO, você recebe o passo a passo no seu e-mail, basta se inscrever colocando seus dados no link abaixo. Obrigada pela visita!

 

 

 

 

 

 

 

 

Previous post:

Next post:

Orgy
Blowjob
Creampie
Orgy
Creampie
Creampie
Creampie
Creampie
Creampie
Anal